Resumão Ticnova 2016

Nos dias 17, 18 e 19 deste mês, o setor de tecnologia da informação e comunicação (TIC) de Maringá e região conseguiu mais uma vez, com a organização do TICNOVA, superar as expectativas dos próprios empresários, academia e profissionais.   Com envolvimento de mais de mil pessoas, foram realizadas grandes palestras, debates, rodadas de negócios, pitchs e mostra de trabalhos científicos.

Foi a quarta edição do TICNOVA, uma realização da Software By Maringá (SbM), SindTI e APL de Software, com correalização do Sebrae e Senai e  apoio da Prefeitura de Maringá. O evento mostrou que há um grande otimismo com o presente e o futuro da tecnologia da informação, já que a cada dia, as pessoas estão mais envolvidas com o ambiente virtual, seja no trabalho, no lazer, no lar, nos esportes ou hobbies.

 “Contamos com a participação de sete instituições de ensino superior, governo do estado, empresas do setor, profissionais e alunos de graduação e pós-graduação. Expandimos nossas fronteiras com o envolvimento da Unimed e da Cocamar, o que nos abre novas oportunidades de inovação e negócios. Foi mais um grande passo para consolidar nossa região como pólo de TI do Brasil”, resume o presidente da SbM, Edney Mossambani.

Foram três dias de debates sobre atualização tecnológica, difusão de tendências, aplicação de conceitos e geração de inovação, sejam novas tecnologias, empreendedorismo e carreira, negócios e oportunidades. Para Mossambani, as empresas se prepararam e estão trabalhando para não serem apenas usuárias de tecnologia, mas, principalmente, pioneiras no desenvolvimento de soluções inovadoras.

 

Abertura

A abertura TICNOVA foi dia 17 de agosto às 19 horas no Teatro Calil Haddad com a palestra magna “Empreendedorismo e Resiliência”, ministrada pelo empresário João Ricardo Mendes – fundador do Hotel Urbano. O evento contou com a presença de autoridades municipais e do governo do estado.

Os eventos seguintes foram realizados no CTM/Senai, que abrigou minicursos abordando temas como Startups, computação gestual, games, drones, cloud computing, Realidade Virtual em Dispositivos Móveis, mercado de Internet das Coisas, desenvolvimento de produtos, metodologias ativas, Programação em Cordova e Ionic, e Business Model - Canvas Modelando seu Projeto. Além dos minicursos, o evento contou com a tilha de saúde, agronegócio, rodada de parceiros e concurso startup.